Meu processo

País: Holanda
Decisão:
 Meados 2009
Primeira agência consultada: CI – Paulista, 2010. CI – Tatuapé, outubro/2011
Teste de inglês: outubro/2011 – 72/90, iei!
Match sem agência: 30/12/2011
Envio documentação: março/2012
Entrada no IND: junho/2012
Resposta do IND: Positiva! agosto/2012 – (desisti de ir com eles)
Período de contato com a HBN: set/2012 a dez/2012
Primeiro contato com a House of Brazil: 07/11/2012
Entrega do application completo: 21/11/2012
Entrevista com a Karin: 24/11/2012
Perfil na House o Orange: dez/2012
Entrevista com família:
jun/2013
Match: 05/07/2013
Entrada no IND: 18/07/2013
Resposta do IND: 31/07/2013
Status certidão: Traduzida para Holandês em mãos 01/08/2013
Status Consulado: passaporte entregue 05/08/2013 previsão de retorno: 21/08/2013
Data do Embarque: 16/08/2013
Data do Retorno: janeiro/2014

(atualização set/2014) Depois de alguns meses de ótimas experiências, motivos maiores fizeram com que eu retornasse ao Brasil. Motivos maiores da ordem de que a gente deve seguir nossos instintos e obedecer nossas vontades mais profundas. A experiência é importantíssima e foi maravilhosa. Não foi nada diferente do que eu imaginava que seria, mas em janeiro de 2014 retornei ao nosso país tupiniquim com duas malas cheias de carinho por amigos novos e histórias para contar.

(atualização nov/2013) Apenas para esclarecimento geral: O consulado retornou o meu passaporte com antecedência e eu pude ir buscá-lo no dia 14/08/2013 mantendo assim o embarque para 16/08/2013.

(atualização jul/2013) Depois de uma longa espera finalmente recebi o contato de uma família de Baarn pertencente à House of Orange (House of Brazil) e depois de cerca de 3 semanas de conversa: MATCH! O embarque está previsto para meados de agosto.

(atualização jan/2013) Meu processo é longo, mas antes é preciso entender que quando descobri o programa em 2009, eu ainda estava na faculdade e quando me formei estava absolutamente sem dinheiro, então resolvi que seria bom encontrar um emprego para fazer um pé de meia e também ganhar experiência na minha área de formação. O tempo voou e eu nem vi! Em 2011 o relógio apitou e eu fui até a CI dar início ao processo, mas entre o teste de inglês e a entrega do app conheci uma família por intermédio de uma amiga e fiz meu match sem agência no final de 2011. Eu seria a primeira au pair deles e por isso mesmo as coisas andaram bem lentamente até a entrega da documentação no IND em junho. O IND demora(va) cerca de 08 semanas para dar a resposta sobre o visto para famílias sem agência e no final de agosto eu tive minha resposta positiva, mas a família estava incerta quanto ao meu embarque e já era setembro. Como não estava mais tão confiante na família e no match, resolvi desistir e procurar uma agência. Entrei em contato com a HBN assim que desisti da família e o atendimento da Nadja foi incrível, mas quando as coisas foram para o lado holandês acabei enfrentando dificuldades que me fizeram mais uma vez mudar o rumo do meu processo. Em novembro de 2012 entrei em contato com a House of Brazil, representante nacional da House o Orange e lá estou.

3 comentários sobre “Meu processo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s