As gatinhas precisam de um novo lar… TEMPORÁRIO!

Amigos lindos que estão me ajudando na divulgação das filhotes lindas que tenho aqui em casa, preciso mais uma vez de ajuda!
As filhotes estão crescendo rapidamente e nós não temos condições de mantê-las por  mais muito tempo  em casa. Isso quer dizer que tenho até o fim dessa semana para encontrar um lar definitivo para cada uma delas, ou lares temporários! O que acontecer primeiro!
Infelizmente, ONGs grandes daqui da capital não estão aceitando animais resgatados em seus abrigos. Na UIPA, inclusive, fui bem mal atendida pelo telefone e o que consegui como resposta quando perguntei se eles conheciam algum lar temporário foi um belo de um “não sei” seguido de um silencio desconcertante. A moça ficou na linha esperando eu desligar, terrível!
Eu estou bastante preocupada, porque por mais que as pessoas lá em casa sejam compreensívas, o espaço é pequeno, não é ideal e como as pessoas que demonstram interesse em adotá-los somem, estamos começando a pensar no futuro das filhotes. Não podemos mantê-las em casa até podermos mandá-las castrar ou até conseguirmos que todas sejam adotadas se isso for demorar muito tempo. Estão considerando soltá-las no cemitério perto de casa, assim, com cerca de 2 meses de vida e sem estarem castradas! Eu acho isso simplesmente terrível, mas como não moro sozinha não tenho muita escolha e também não tenho poder de veto!
Então por favor, se vocês conhecem algum amante de gato que puder abrigá-las enquanto não temos um lar definitivo, por favor! Ajudem! Divulguem! Espalhem essa notícia!

Pretinha/grisalha:

Frajolinha:

 

Clarinha:

As 3 juntinhas:

Por favor, divulguem!

Mais um sobre as gatinhas.

Gente, ainda estou com 3 gatinhas, filhotes, para doação aqui em casa.

Elas são lindas, espertas, ativas e carinhosas. Elas também estão vermifugadas e se alimentam muito bem.

Agora elas estão já bem maiores do que quando meu irmão as resgatou, e devem estar com cerca de 2 meses.

Gostaria de verdade, de lembrá-los que meu irmão resgatou 6 filhotes em março, que foram abandonados na praça em frente a nossa casa. Infelizmente o menor deles acabou morrendo na primeira noite pois ele tinha menos da metade do tamanho dos irmãos, mas os outros que eram maiores, cresceram para se tornar gatinhos simplesmente adoráveis. Desde então estamos procurando um lar para cada um deles. Felizmente já apareceram alguns interessados e 2 deles já foram adotados. As filhotes que ficaram em casa merecem um lar tanto quanto os outros que já conseguiram e são tão adoráveis que se eu pudesse, ficaria com todas.

Infelizmente não posso mantê-las por muito mais tempo, então peço, mais uma vez, a ajuda de vocês que são tão bons em divulgar as coisas boas. Vamos ajudar estas fofuras conseguirem uma casa com bastante espaço e carinho!

Se alguém se interessar, conhecer alguém que se interessa e está querendo ter um gatinho cheio de vida, compartilha, mostra pras tia solteiras, pros amigos de confiança e pra vizinha bacana. Nós estamos em São Paulo, capital, próximo à São Caetano, Ipiranga, Mooca e Vila Prudente. Para entrar em contato comigo é só comentar aqui no blog, ou no facebook, ou mandar um email para menon.larissa@gmail.com

Pra ver como elas estavam quando chegaram aqui, é só clicar aqui. Para ver as 3 bonitinhas menorzinhas há cerca de um mês, você clica aqui.

Eu vou aproveitar que elas estão maiores e que agora as conheço melhor, para contar mais um pouco sobre cada uma delas.

A malhadinha, preto e branco, frajolinha é comunicativa. E por comunicativa eu quero dizer que ela mia bastante quando está por perto de alguém e ela gosta bastante de ficar no colo. Ronrona feito um motorzinho (na verdade todas elas são motorzinhos!) e cheira bastante, curiosa, coloca o fucinho toda bonita e descobre as coisas.

A clarinha, é muito engraçada, ela pula e corre bastante e quando você coloca o braço pra pegar os potinhos de água e comida ela pula nele e abraça! Assim fica impossível de não abraçá-la e aninhá-la no colo! Ela também é bastante curiosa e das três é a mais miúdinha e tem a cor mais linda! Sei que não devo ser parcial, mas essa combinação caramelo, branco e preto fica simplesmente linda, ainda mais com esses olhos cor de caramelo também.

A pretinha não é mais pretinha! Há umas duas semanas ela começou a ficar “grisalha” e agora tá toda pintadinha, com pelos pretos, brancos e cinzas. Na verdade, ela tá num quase cinza escuro. E das três é a maior. Ela é bem encorpada e come bem! Ela é a mais quietinha, quando vou brincar com elas, ela demonstra o mesmo interesse que as outras, mas é mais discreta, digamos, e não fica pulando tanto pela sua atenção, mas quando você a pega no colo, ela fica bem aninhada, ronronando toda bonita e quando junto das irmãs pula e brinca bem feliz.

Segurar 3 filhotes ativas e brincalhonas no colo não é fácil. E as fotos foram tiradas pela webcam, por isso a qualidade não está tão bacana. Mas acho que nas outras fotos, dos outros posts dá pra ter uma ótima idéia. Mais uma vez eu peço a ajuda de vocês, para que divulguem, mesmo que vocês não possam ficar elas e não ajudem só a mim, mas ajudem a elas, as filhotinhas!

Cidades em 360º

Pra quem não sabe, eu sou apaixonada (obcecada e viciada) pelo Google Maps e no Google Earth e passo muito do meu tempo, senão o tempo todo online visitando cidades de países de todos os continentes. Tô lendo algo no reader e me vem o nome de uma cidade que eu desconheço? Google Earth nele.

Há quem diga que baixar o software do Google seja desnecessário, bem mais prático usar o Maps e tranquilo. Só que o Maps por mais que seja prático e viável, não possui as dezenas (centenas?) de aplicativos que o Earth possui. E eu não tou falando da ferramenta de régua, da possiblidade de gravar e compartilhar um passeio virtual ou até mesmo aquela opção de mostrar a luz do sol.

A cada nova versão do Earth, o Google fecha parceria com centenas de empresas e sites que possuem serviços de informação pelo mundo. Um exemplo clássico e presente no Maps é o Panoramio, site onde as pessoas compartilham fotos e podem localizar no mapa mundi o local exato onde elas foram tiradas. Com a parceria com o Google, no periodo de um mês sua foto é analisada e se adequada à algumas regrinhas, suas fotos podem ser seleciondas e compartilhadas no Maps e no Earth (algumas que eu tirei durante o mochilão e que coloquei lá, de Lisboa, Madri e Paris, foram seleciondas!).

Enfim… existem aplicativos da Nasa, do Discovery Channel, da Agencia Espacial Européia, da Revista National Geographic, Youtube e com o 360 Cities. Dentre todos eu acho que ele é um dos meus preferidos.  A possibilidade de poder navegar por imagens de alta definição em 360 graus me encantou de uma maneira que eu sempre deixo ativada a opção de manter esse aplicativo visível no mapa.

Claro que com a opção visão de rua, os tours virtuais já tinham dado um grande passo, mas no caso do 360 Cities a história é diferente, porque enquanto essa opção do google caminha lentamente cidade por cidade e levando em consideração um grau de importancia das cidades, no 360 são usuários cadastrados que com suas cameras vão tirando fotos ao redor do mundo e compartilhando no site. Não são apenas ruas que são registradas, são ruas, praças, parques, museus, estações de metro, comodos de casas… qualquer lugar que o fotografo achar que dá uma boa foto. Tirou a foto, subiu pro site, localizou no mapa e o mundo pode conhecer mais do próprio mundo.

Separei aqui alguns exemplos de lugares que eu achei ótimos, são apenas uma dezena dentre milhares que valem a pena serem clicados (todo panorama é um link pra imagem em 360º)

São Paulo:

Arpoador, Rio de Janeiro:

Parque Eduardo VII, Lisboa:

O topo da Sears Tower, Chicago:

Debaixo da Torre Eiffel, Paris:

Amsterdam:

O Jardim Botanico no inverno de Kiev:

Um cruzamento, São Petersburgo:

O centro da cidade em Kustanay, Cazaquistão:

Um cruzamento, Tokyo: