Posts atrasados: Münster

Antes de escrever finalmente sobre a viagem de fim de ano, preciso contar que a partir do final de Novembro começam a surgir os “mercados de natal” por todos os lados. Em Amsterdam tem, em outros lugares da Holanda também – Baarn não tinha, claro haha – mas o lugar onde eles bombam de verdade é na Alemanha. Eles são uma tradição antiga e esses mercados são basicamente barraquinhas com comidas tradicionais, chocolate quente (warme chocolademelk em holandês), vinho quente (glühwein em holandês/alemão) e outras barraquinhas com artesanato e afins.

IMG_6273

IMG_6282

Os mercados alemães, que são conhecidos como Weihnachtsmarkt (e incrivelmente em holandês é mais fácil – “Kerstmarkt” e papai noel é “Kerstman” (homem do natal)). E eles são tão famosos que empresas de ônibus vendem “pacotes” para visitar alguma cidade no oeste alemão. O preço compensa, você passa o dia numa cidade em outro país, que normalmente é linda, visita um ou outros mercados de natal e volta pra dormir em casa. Dá pra imaginar?

Conversei com as meninas de Baarn e escolhemos conhecer Münster. A escolhemos pela distância/tempo de viagem e pelo fato de a cidade ter nada menos do que 5 Weihnachtsmärkte! O preço também ajudou na escolha. A viagem saiu por 22 euros. Fomos a Doreth, a Alana e eu, e a gente foi pela empresa de ônibus Connexxion, mas eu acho que existem outras também. E a empresa nacional de trens holandeses, a NS também disponibiliza esse tipo de “serviço” nessa época do ano.

1459272_10153611470160105_1368640353_n

Como obviamente não saia ônibus de Baarn a gente escolheu sair também de Amersfoort, a maior cidade mais próxima da gente. Como o ponto de saída parecia ser no fim do mundo e o horário era super cedo e o trem que fazia o caminho Baarn – Amersfoort não estaria funcionando normalmente naquele dia, a gente marcou de se encontrar as 6:30 da manhã na estação de Baarn, que era um ponto central pra todas e ir pedalando até lá. Pelos nossos cálculos seria mais ou menos uma hora de pedalada, uns 17kms. Para nossa sorte, quando chegamos na estação o trem estava passando e conseguimos levar nossas bicis até Amersfoort de trem! De lá nos informamos com pessoas queridas e saímos pedalando loucamente. Depois de cerca de meia hora pedalando e se perdendo, encontramos o local e conseguimos pegar o ônibus calmamente, como se nada tivesse acontecido. A volta foi mais ou menos o mesmo esquema hahaha.

IMG_6271

Münster é uma cidade bem antiga e universitária, então ela não épropriamente pequena. O seu “centro” como toda cidade menor na Europa não é difícil de percorrer e é simplesmente encantador. Eu sentia vontade de abraçar os pedregulhos das ruas, as vigas dos prédios, tudo. O dia estava úmido e bem gelado, mas as ruas estavam cheias de gente, os cinco mercados que visitamos estavam lotados e em todos experimentamos alguma coisinha de comer.

IMG_6313

Tomamos o chocolate quente, em alemão heiße Schokolade, tomamos o glühwein que é tão gostoso quanto o nosso vinho quente, mas ao mesmo tempo é diferente, não sei explicar hahaha. As meninas arriscaram tomar uma bebida que parecia uma Eggnog, mas eu não tive coragem, e aparentemente me dei bem, porque elas odiaram e não conseguiram sequer terminar suas canequinhas.

Por falar em canequinhas, lá as canecas são personalizadas – cada lugar tinha um tipo de caneca e todas tinham uma marcação dizendo de qual cidade e o ano que elas eram. Pelo o que a gente entendeu, o líquido custava normalmente e em média 3 euros, mas quando você fazia o pedido eles te cobravam 5 euros. Essa diferença de preço estava na caneca. Se você devolve a caneca, eles te devolvem 2 euros; se você ficar com a caneca, eles não te devolvem nada. Pelo o que a gente entendeu era isso, a gente até perguntou numa na primeira barraca pra confirmar… se não era isso, bom, roubei 3 canecas hahahah.

1463097_10153611472020105_123975624_n

A oportunidade também foi ótima para eu treinar meu alemão. Sendo a Alana canadense e a Doreth sul-africana, ficava à cargo da brasileira metida a estudante de alemão compras as comidas, perguntar preços e outras coisas. Foi bem legal! Sempre que eu saio do país, falar inglês é praxe e natural, o portunhol eu também arrisco e me viro (já que espanhol não entra nessa cabeça minha), mas depois de passar meses sofrendo lá na aula de alemão, eu finalmente conseguir me comunicar e nossa, foi bem legal!

Num dos mercados tinha um homem acho que cortando madeira e cantando… era uma barraca que chamava muita atenção e adivinhem a bandeira que estava lá? Sim! Uma bandeira do Brasil! Foi divertido… tem brasileiro em todos os cantos desse mundo louco mesmo, né?

É, foi divertido.

IMG_6324

Anúncios

2 comentários sobre “Posts atrasados: Münster

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s