Londres + Glasgow + Edimburgo!

Dia 17 de outubro completou-se 2 meses meus aqui e coincidentemente precedeu um dos “feriados” que tanto acontecem aqui na Holanda. Basicamente, foi uma férias de outono e meus hosts me deram a semana de férias para ficar livre e viajar.

O destino se deu sem pensar muito, das outras duas vezes que tinha vindo pra Europa eu nunca tinha cruzado o Canal da Mancha e pisado na terra da rainha. Logo, resolvi aproveitar a oportunidade que tive para ir lá conferir o que é que tem de bom por lá. Aproveitei que teria 9 dias livre para visitar outras cidades além de Londres, o destino mais óbvio. Na hora de me planejar decidi que preferia subir a ilha e encarar a Escócia: resolvi que depois de Londres seguiria para Glasgow e depois Edimburgo.

Eu acabei planejando tudo sozinha, a ideia era realmente ir sozinha, até porque demorei super pra reservar passagens e hostels e não queria prender ninguém no meu planejamento todo atrapalhado. Logo antes de viajar, no drama da reserva do hostel em Londres, onde o preço seria ridículo, descobri que poderia me hospedar na casa do namorado de uma das amigas mais queridas e presentes que fiz aqui, a Mirna (<3). Ela também ganhou alguns dias off naquela semana e estava indo pra lá, claro! Junto conosco também iria estar a Luana, outra au pair brasileira aqui da região que também aproveitou os férias pra ir conhecer Londres. Mas eu ficaria com elas só na capital inglesa… enquanto eu seguiria para a Escócia, ambas voltariam pras terras baixas da Holanda.

IMG_4489

E como foi a viagem?

Londres é cidade grande! Meu Deus, que saudade de cidade grande! Aqui em Baarn tudo é pequeno e fofo, Amsterdam é grande, mas ainda é tão pitoresca que não se compara… mas Londres! Ah, Londres! Não consigo me expressar muito bem sobre a impressão que tive lá. Achei tudo lindo, achei organizado, gostei de quase morrer subindo ou descendo as escadas dos ônibus de 2 andares… gostei de entrar naquele metro tão pequeno e bonitinho – mesmo lotado – que parece de brinquedo. Gostei de andar por horas a fio e gostei até mesmo da chuva que caia do nada, pra depois o sol voltar a brilhar como se nada tivesse acontecido. E achei incrível que toda vez que o sol voltava, a cidade se iluminava mais linda ainda.

IMG_4637

Glasgow foi a cidade surpresa. Eu morria de curiosidade de conhecê-la e não sei dizer ao certo porque. Era simplesmente uma cidade que me despertava curiosidade: um lugar pobre, urbano, reconstruído. Eu estava interessada. E apesar de realmente, não ser um destino super turístico, existem boas opções de museus, parques lindos, praças acolhedoras e vários outros pontos e opções de sightseeing que ocuparam boa parte do meu tempo me deixando completamente satisfeita pela minha escolha.

IMG_5433Edimburgo foi o destino final e sinto que fiz a escolha certa. Acordei cedo numa manhã chuvosa de Glasgow e segui para a rodoviária. Depois de ser bem tratada pela cordialidade escocesa e depois de pouco mais de uma hora cheguei em Edimburgo no clarear de um dia que teria em si todas as estações do ano. Enquanto caminhei da rodoviária para o hostel já fiquei maluca. Não tinha nada que eu via que não me impressionava. A arquitetura é linda, a estrutura da cidade… encantadora! Enquanto eu subia a North Bridge seguindo para a High Street numa garoa fina eu me sentia realizada. Senti um orgulho de mim mesma pela escolha do destino hahaha. Estar lá sozinha também me causou uma satisfação gostosa. Claro que viajar na companhia de amigos torna tudo mais agradável e divertido, mas estar lá sozinha tornou Edimburgo completa aos meus olhos. Eu tive tempo para mim mesma e para satisfazer minhas vontades com aquela cidade. Cada lugar que eu ia revelava uma nova perspectiva de algo que eu já tinha visto, mas que continuava lindo e interessante.

IMG_5826Voltei pra Holanda no domingo de manhã simplesmente cansada. Foi só quando cheguei aqui que me dei conta do quanto a viagem me consumiu… viagem que além de andança sem limites também incluiu subir um morro de 250 metros lá em Edimburgo no meu último dia. Subir no Arthur’s Seat me fez me sentir muito bem e completamente à vontade comigo mesma… mesmo que na descida, devido ao meu tênis de 5 euros, eu tenha escorregado de bunda algumas 7 vezes (sim, eu contei).

Outra coisa, é que foi só no final da viagem que eu percebi, ao mandar emails para minha família no Brasil que toda vez que eu estava dizendo que em alguns dias eu voltaria pra casa… toda vez que eu dizia “casa” eu queria dizer voltar pra cá, pra Holanda e foi uma constatação muito estranha. Até agora não sei dizer ao certo como me sinto em relação à isso. Nunca estive tão distante fisicamente deles e também nunca foi por tanto tempo. E interessantemente, as vezes que fiquei mais longe deles por tanto tempo foi quando eu estava aqui, viajando, me descobrindo, me divertindo na Europa. É um novo cenário que me deixa bastante contente, mas também me faz o coração apertar um tiquinho mais de saudade.

IMG_5778

Serviço:

Transporte:
Holanda – Londres: Ônibus – Eurolines (saindo de Utrecht)
Londres – Glasgow: Ônibus – Megabus (peguei o megabus gold opção sleeper, foi 10 libras mais caro, mas a viagem é incrível num ônibus com caminhas, com lanche, wifi, água e crianças não são permitidas)
Glasgow – Edimburgo: Ônibus – Megabus/Citylink
Edimburgo – Holanda: Easyjet 

Acomodação:
Glasgow: Euro Hostel Glasgow
Edimburgo: Castle Rock Hostel

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s