Depois de quase 2 semanas…

Hoje completam 2 semanas que eu embarquei pra esse ano.

As despedidas foram rápidas, um evento com os amigos, irmãos, namorado; e um abraço, uma conversa, um até logo com cada um dos meus avós durante a semana. No dia do embarque estive com cada um dos meus irmãos, resolvi aquelas coisas que deveriam ser rápidas, por isso a gente acha que dá tempo de fazer no dia do embarque e fui com meus pais pro aeroporto. Chorei quando me despedi da Weedy também, não vou negar nem esconder.

No aeroporto, filas, óbvio. Segundos preciosos e abraços apertados. Embarquei e vim. No voo mal dormi, não pela ansiedade, mas sim porque fazia um calor ridículo no avião… Consegui dar uma descansada, mas cheguei toda torta depois de tão poucas horas dormidas naquelas últimas 48. No controle de passaporte o fiscal até me perguntou se eu precisava de algo, porque, juro, mesmo depois de uma paradinha no banheiro pra me recompor e lavar o rosto eu ainda estava bastante vermelha do calor do avião. Tudo certo, o policial só me perguntou o motivo da minha viagem, me perguntou quanto tempo pretendo ficar no país e carimbou meu visto.

Fui recebida no aeroporto por um hostdad bastante simpático e duas kids que são menores do que eu imaginava (ainda bem!) e bastante receptivas à minha chegada. Em casa, aqui em Baarn, a hostmom nos aguardava com uma espécie de almoço dutch-tropical. Depois de conversarmos fui liberdada para descansar… coisa que fiz durante todo o fim de semana, salvo a manhã de domingo, quando a host me levou para caminhar com as kids num bosque (eles chamam de floresta, mas é bosque) que tem aqui bem perto e almoçarmos. Tudo aqui é lindo e bucólico.

Depois da pizza no domingo à noite, a rotina começou pra valer. Com a ajuda da antiga au pair, que só foi embora ontem, eu fui pegando o jeito das coisas, descobrindo onde fica o quê e também fui apresentada às au pairs daqui da cidade. Não há muito o que contar sobre a rotina… estou me adaptando aos poucos e agora que estou sozinha com as kids, garanto o quanto foi bom ter a antiga au pair aqui nos últimos dias, porque mesmo com a receptividade das kids, sempre há uma resistência, mas a transição foi muito natural e ela me mostrou muito do trato com as crianças. Adorei isso. Agora estou instalada no meu quarto que será meu canto seguro no próximo ano e ainda assim, não dá pra acreditar…

Já fui até Zaandam, Utrecht, Amersfoort e Amsterdam e no próximo final de semana, vou ter a sexta livre também… então acho que está na hora de começar a planejar algo.

quarto janela

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s