As malas – Parte 1

Qualquer pessoa normal começa a pensar em fazer as malas com uma certa antecedência à viagem, mas só coloca a mão na massa mesmo no dia anterior ou alguns dias antes. Eu não.

Deve ser porque eu não sou lá muito normal, hahaha. Mas assim que soube do match eu já comecei a pensar nessa questão (mentira, eu já tinha pensado nisso bem antes do match, bem antes mesmo).

Pra mim, o que vai dentro é importantíssimo, mas tão indispensável quanto é pensar na mala onde levaremos tudo.

Viagens para a Europa, originando-se no Brasil normalmente permite dois volumes de 32kgs no porão da aeronave, enquanto consigo, você pode levar sua bolsa pessoal e uma mala de cabine cujo peso pode variar entre 5 (Arkefly) e 23kgs (British). É sempre bom conferir se a empresa escolhida por você aceita mesmo os 2 volumes de 32kgs e o peso exato da mala de cabine. No fim do post vou colocar uma listinha com o peso e quantidade de malas das principais empresas da Europa.

Eu escolhi levar minhas coisas pessoais (notebook, diário de viagem, livro, pasta de documentos e necessaire básica) numa mochila pequena que ganhei da minha cunhada, que além de ter um tamanho mais honesto, é fofinha e protege bem as coisas que tão dentro dela… sem falar que é muito mais prático carregar uma mochila nas costas quando você tem malas pra arrastar pelo aeroporto.

IMG_4018

Minha mala de cabine eu já usei diversas vezes e parece a bolsa do Gato Félix. Apesar de ser pequenina, cabe muita, mas muita mesmo, coisa dentro dela. Nela pretendo levar mais algumas pastas com coisas importantes, uma necessaire mais completa, aquela troca de roupa extra para caso de extravio da mala despachada, um casaco, um lenço e minhas câmeras.

IMG_4020

A mala de porão também faz milagres. Ela é feia, não vou negar e tem um formato um tanto diferente das que a gente vê por aí, mas ela tem um espaço interno maravilhoso, bolsos práticos, rodinhas boas e eu paguei 45 euros nela. Ela é resistente e eu acho que é isso o que tem que importar mais quando a gente vai despachar uma mala, porque só Deus sabe de verdade o que acontece do lado de lá.

IMG_4019

Eu pretendo levar apenas uma mala de 32kgs mesmo, vocês não tão entendendo errado. Segundo meus cálculos quando eu voltar de lá eu já vou sofrer muito para trazer as duas malas de 32kgs, então não quero piorar a situação já levando duas delas. Pra fazer tudo caber dentro dessa gracinha eu tenho duas frentes de batalha: a primeira é selecionar tudo o que vou querer levar e depois peneirar. Afinal, a gente precisa ser objetiva, mas sobre isso eu vou falar em outro post. A segunda frente de batalha é separar tudo por categorias (sim) e então colocar tudo dentro de vac-bags maravilhosas que farão tudo ocupar muuuuito menos espaço. As que eu comprei tem 60cm x 50cm e encaixam direitinho na largura da minha mala.

IMG_4022

~~

Peso e quantidade de malas por empresa aérea Brasil – Europa

AIR FRANCE
porão: 2 volumes de 32kg
mão: 1 volume de 12kg

BRITISH
porão: 2 volumes de 32kg
mão: 1 volume de 23kg

IBERIA
porão: 2 volumes de 32kg
mão: 1 volume de até 10kg

KLM
porão: 2 volumes de 32kg
mão: 1 volume de 12kg

LUFTHANSA
porão: 2 volumes de 32kg
mão: 1 volume de 8kg

SWISS
porão: 2 volumes de 32kg
mão: 1 volume de 8kg

TAP
porão: 2 volumes de 32kg
mão: 1 volume de 8kg

Anúncios

8 comentários sobre “As malas – Parte 1

    • Larissa Menon disse:

      Luana, acho que couberam 4 da minha, ou 5! Mas a minha é mais alta que as malas mais comuns. ela é mais comprida, mais estreita e mais alta… não sei explicar, mas empilhados acho que deram uns 4 ou 5 mesmo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s