Voltar à estaca zero…

É engraçado, mas às vezes a gente convive com uma sensação meio indescritível, mas é uma sensação como se a gente já soubesse o que vai acontecer. Você não sabe exatamente quando, nem como vai acontecer e você torce para que não aconteça. Mas acontece.

Resumindo: cancelado o embarque para a Holanda este mês. O visto com a família com quem eu tive o match já tinha sido aprovado e a última coisa que faltava antes de comprar a passagem era levar o passaporte para o consulado em São Paulo. Os últimos passos de um longo processo… de espera.

Estava há meses esperando a família se organizar e a cada mês uma nova e não positiva surpresa aparecia. Mas eu adorei a família e adoraria que meu ano lá fosse com eles, mas infelizmente o tempo não pára. Já estamos em setembro e eu não sou mais apenas uma menina com uma vontade. Eu tenho planos maiores que o intercâmbio e quero colocá-los logo em prática, mas ao mesmo tempo não quero deixar esse desejo de lado. Eu ainda tenho tempo para ir para a Holanda, mas preciso que isso aconteça agora. E preciso fazer isso com uma família com que eu me sinta confortável e na qual eu confie. Depois de tantas adversidades eu simplesmente não consigo me sentir segura de que outro problema não vá aparecer. Estou tomando essa decisão talvez um pouco tarde, mas estou tomando com a certeza de que vai ser melhor assim.

Ontem mesmo já encontrei em contato com a HBN e estou preenchendo o RF, registration form, que é um cadastro onde a futura au pair escreve suas informações básicas. Nome, idade, hobbies, aspirações e motivações além da sua experiência com crianças fazem parte das coisas que você deve preencher. Essa é a primeira parte do processo e é bem simples.

Vamos ver onde essa decisão vai me levar.

Anúncios

Um comentário sobre “Voltar à estaca zero…

  1. Camila Heringer disse:

    Oii, Larissa! Tudo bem?
    Tenho uma experiência bem parecida com a sua.
    Depois de cinco anos trabalhando em uma multinacional alemã, com diploma de Letras e duas línguas já no currículo, decidi que estava na hora de “explorar” o mundo. Sabe quando você cansa de tudo? Então! Eu sempre tive o sonho de morar um tempo fora e acho que, para a minha área de formação, é bem importante. De qualquer forma, sempre tive medo. De deixar a família, ex-namorado, emprego, faculdade etc.
    Agora, com quase 24 anos, PRECISO fazer isso. Ou não faço mais.
    O primeiro contato foi com a CI, porém não me senti segura. Eles sabem tudo do programa nos Estados Unidos, mas parece que os outros ficaram meio “jogados”. Eu, definitivamente, não quero morar nos EUA.
    Resolvi ir por conta, mesmo com meus receios.
    Estive procurando famílias no Au Pair World desde novembro do ano passado. A ideia inicial era Itália, encontrei uma família ótima! No entanto, a burocracia milanesa e todas as barreiras para emissão de visto, me fizeram desistir. Segunda opção foi Alemanha. Mas não falo alemão. OK, vamos fazer intensivo. Encontrei uma família de comercial de TV! Perfeita! Mas, ao fim do curso, decidi comunicar minha decisão em não ir à família. Afinal, não me sentia segura nem pra entrevista no consulado, o que dirá cuidar de três meninos.
    Depois de muuuito tempo, apareceu uma família na Holanda. Um casal jovem. Ele é holandês; ela, brasileira. Pais de primeira viagem (a bebê nasce em novembro), que querem não só uma babá, mas uma companhia. Legal, né? Embarco em novembro se tudo der certo.
    Enfim, demorou exatamente um ano, mas aconteceu. E olha que não foi por falta de contatos via e-mail e Skype! Se você estiver cadastrada no Au Pair World, sabe quantas famílias aparecem pra você…algumas mães loucas e controladoras, outras famílias, aparentemente, tranquilas e com as mesmas expectativas.
    O que quero dizer é que não desista. Ou vai ficar com aquele gostinho “e se…”, não acha?
    Eu estou fazendo tudo pela Au Pair Amsterdam, que a agência que meus hosts escolheram para iniciar o processo. A dona da agência, uma chinesa, é um amor de pessoa e tem boas referências na Holanda. A agência dela tem um relacionamento muito próximo ao IND, o que já ajuda bastante também.
    Vai dar tudo certo! Estou torcendo por você!
    Beijos,
    Camila

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s