É pra rasgar?

Com a notícia da enfim-decisão pela não obrigatoriedade do diploma de jornalismo deu-se inicio novamente a toda uma discussão de como quem tem o diploma fará agora.

É claro que no grupo de emails do Centro Academico Vladmir Herzog lá da Cásper Líbero a discussão também foi reacesa, e eu que já fiz parte do nosso querido CAVH ainda acompanho tudo de perto, apesar de não me envolver diretamente com mais nada.

A pergunta que nos foi lançada foi a seguinte: É pra rasgar?

A seguir a minha humilde opinião:

 

from: Larissa Menon <laricatota@gmail.com>
to: ca_vh@yahoogrupos.com.br

date: Thu, Jun 18, 2009 at 3:58 PM
subject: Re: [ca_vh] É pra rasgar?
mailed-by: gmail.com

Gente, eu como estudante de comunicação social, porém nao-futura-jornalista e sim radialista, acompanhei parte da discução que deu no GET de Qualidade de Formação da ENECOS e vejo que a não obrigatoriedade do diploma pro exercício gerou uma discussão um tanto quanto vazia…
 
Dezenas de um lado repetindo o que um já havia dito e dezenas do outro lado repetindo o que era dito daquele lado sem ouvir o que o primeiro lado dizia, e isso se fechou numa bela cadeia onde todos falavam sozinhos.
 
De qualquer maneira, é óbvio que não é pra rasgar.
Teu diploma de jornalismo te poe numa vantagem tecnica, te dá maior poder de oratória, maior conhecimento da escrita, da redação, teu diploma de jornalismo atesta que você aprendeu a falar com a massa, dominar as mídias pelo qual a informação se propaga, enfim.
 
Da mesma maneira que muito jornalista recebe diploma e o usa da pior maneira possivel, porque nao soube aproveitar o investimento de anos, há aqueles que justificam cada grama do papel e da tinta empregados naquele diploma.
 
Quantos macacos velhos do jornalismo não são formados na realidade em economia, sociais, radialismo, etc e no exercício da profissão aprenderam a dominar toda a linguagem que voces, jovens e futuros jornalistas aprenderam também atravez de cursos e aprimoraram através de estágios?
 
Errado seria acreditar que o jornalista diplomado tem mais capacidade de tratar de assuntos como políticas publicas ou economia apenas por ter um dominio maior de linguagem quando nunca procurou se envolver com o meio que abordará. Errado é ignorar que deve existir uma ponte, uma especialização daqueles que conhecem as mídias sobre os conteúdos tratados e daqueles que conhecem o conteúdo e precisam dominar melhor as midias.
 
De todo modo, olhem à volta, ninguém vai colocar um açogueiro para escrever sobre cultura num jornal de grande porte, ninguém vai colocar uma manicure para falar das possiveis soluções para o transito das metropolis brasileiras.
 
Errado é olhar o proprio umbigo e não perceber que quem dá valor ao diploma é o profissional e não o contrário.

Anúncios

3 comentários sobre “É pra rasgar?

  1. pablo disse:

    adorei seu texto!!!

    imagina se diploma de jornalismo fosse exigencia no meio esportivo…
    a melhor parte e que eu mais concordo eh q vc escreve sobre ter o diploma de jornalismo e escrever sobre economia ou qualquer outra coisa, mas nao significando que algum dia vc teve algum conhecimento sobre o assunto, apenas a sua formação lhe dá a habilidade se apresentar mais, digamos, culto.

    abraço e beijo!!!

    Curtir

  2. Lu disse:

    Não estou acompanhando isso, mas o que me parece as pessoas estão reclamando mais do diploma do que das mudanças que podem ocorrer com a profissão…
    Quem não quer fazer (ou pagar) uma faculdade agora é só não fazer e sair pra ser jornalista ué….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s