O drama de um trabalho e outras histórias.

-Por coincidência o trabalho era de história. O professor, José Augusto, passou o trabalho na primeira semana de aula, mas como envolvia a escolha de um filme e um texto relacionado e eram muitas opções, vocês sabem: escolhi o texto na quinta feira pré-feriado. O que é isso companheiro? foi o livro e o filme que acabei escolhendo, pois acreditei (errei quando fiz isso) que seria mais fácil (outro parêntese: eu sempre erro quando escolho o mais fácil, sempre! vou começar a escolher o mais difícil pra ver ser muda alguma coisa). Acontece, que apesar do texto fluir bem e da leitura ser rápida e interessante a caça ao filme não foi. Só consegui achar o filme as 15:00 do domingo e claro, o trabalho era pra hoje. Pra melhorar: o filme só tinha em VHS e eu não tenho mais um video-cassete em casa. Vale lembrar também que tô sem computador em casa e teria que fazer a resenha a mão pra daí hoje na aula de programação digitar. Ah é, estou completamente sem sorte.
Assisti ao filme na casa da minha vó, e comecei a tal resenha enquanto via o jogo do Brasil. Enrolei o suficiente para as 9 da noite ter apenas 3 parágrafos. Fui pra casa e terminei a mão, uns pedaços lá. Hoje de manhã estava digitando alegremente meu trabalho, já tinha feito toda a parte que tinha feito a mão, quando o azar bate à porta. Flora Madureira pergunta se pode ver o email dela pra saber se o trabalho dela chegou. Ela abre o email, faz o download do trabalho dela e descobre que o trabalho dela veio pela metade, tomada por raiva e desespero fecha a janela delae a minha!!!!! Quando apareceu a pergunta “deseja salvar?” ELA COLOCOU NÃO e tudo o que eu tinha feito foi pra puta que a pariu. Tá, eu errei, eu deveria ter salvado, mas vai tomar no cu, ela fechou meu trabalho porque ficou puta com o dela que não veio.
Para finalizar a história do trabalho de história, a triste história, eu digitei tudo de novo e ainda fiz uma resenha maior que a que tinha feito antes. E vamos encarar: no meio acadêmico o que importa é o volume.
– Apenas pra dizer que: amo muito a copa mundial de rugby. Tá que não to assistindo direito, mas do pouco que vi, love it! O primeiro jogo que foi o unico que consegui ver inteiro (porque a maldita ESPN internacional só queria saber de tenis), foi lindo… meio varzea, a Argentina venceu a França por 17 a 12, mas apesar dos erros da França a raça da Argentina fez valer a pena. Pois é… Falando nisso, jogos no Loui-loui são sempre legais 🙂
– Tive que fazer um trabalho bacana pro curso de figurino que a cada semana fica melhor, mas deixei pra ultima hora e agora ele não tá pronto, principalmente a parte prática da coisa que era tingir umas roupas velhas em chá preto. Isso faz parte do processo de envelhecimento, que a gente tá criando um figurino de mendigo, hahahaha… quem tiver roupa velha, por favor!
-Cansei, e bem provavelmente vocês também só que lá em cima ainda, hahahaha.

Anúncios

3 comentários sobre “O drama de um trabalho e outras histórias.

  1. Loverox disse:

    aaaa! que viadinha a flora! :PP
    eu não deixaria mexerem no meu pc num momento de tanta aflição! hahaha mas, tudo bem, não vou te deixar com raiva pelo leite derramado! xD Pense que pelo menos você SABIA que o trabalho era pra segunda e não fez como eu, que passou o feriado inteiro achando que era pra TERÇA e se sentiu super adiantada (no domingo à noite) ao ver que tinha feito um pouco além da metade… hehehe

    Curtir

  2. glauber disse:

    po, Lari!
    QUE ZiCA!
    mas é sempre assim, a gente empurra com a barriga e no final, qse sempre dá merda! uahsusahuashh
    por falar em merda, preciso fazer um trampo de tipografia pra HOJE! e só fiz 1/3 dele! legal, né?!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s